sábado, junho 13, 2009

Eugénio

Faz hoje 4 anos que morreu José Fontinhas - Eugénio de Andrade.


Vá, sejam participativos e encham-me a caixa de comentários com poemas de (ou para) Eugénio!
Comemoremos a morte do Poeta como deve ser comemorada, com Poesia.


Adenda ao post:
Comemorar (diccionário Porto Editora):
v. tr.
1. Lembrar.
2. Trazer à memória.
3. Solenizar, recordando.

3 comentários:

SombrArredia disse...

...Só pq fala de magnólias e só pq é de Daniel Faria e só pq ando a debitar palavras ditas em papeis ilusórios e só pq é pra ti e só pq....





*************

Sabes, leitor, que estamos ambos na mesma página

E aproveito o facto de teres chegado agora
Para te explicar como vejo o crescer de uma magnólia.
A magnólia cresce na terra que pisas – podes pensar
Que te digo alguma coisa não necessária, mas podia ter-te dito,
[acredita,
Que a magnólia te cresce como um livro entre as mãos. Ou melhor,
Que a magnólia – e essa é a verdade – cresce sempre
Apesar de nós.
Esta raiz para a palavra que ela lançou no poema
Pode bem significar que no ramo que ficar desse lado
A flor que se abrir é já um pouco de ti. E a flor que te estendo,
Mesmo que a recuses
Nunca a poderei conhecer, nem jamais, por muito que a ame,
A colherei.


A magnólia estende contra a minha escrita a tua sombra
E eu toco na sombra da magnólia como se pegasse na tua mão.



Daniel Faria

Anónimo disse...

Perdoa-me mas, para mim, não há nada na morte que se possa comemorar. Foi tão somente um dia que todos não gostariamos que tivesse sido assinalado. Sinal de que ainda estaria entre nós, o Poeta.

C.

comboio turbulento disse...

não me lembrei desta efeméride mas tenho vindo a pensar num post sobre Eugénio. vai ser amanhã.