quarta-feira, junho 13, 2007

Canção de Despedida


Devagar…

rasgas o silêncio,
mordes-me por dentro,
abraças-me a dor

Devagar…
fazes-me dormir,
fazes-me sentir,
amparas-me o chão

Devagar…
como uma ilusão,
perdes-me no escuro
e achas-me no muro
que alguém te pintou

Passou tanto tempo,
fez-se tanto vento,
achas que acabou?

Devagar…
é Junho ou Setembro
no abraço lento
de quem tanto amou?

2 comentários:

Rose disse...

Tão melódico quanto os teus olhos...

Muito bonito my friend.

Anónimo disse...

Para ler devagar,como uma canção de embalar ou para fustigar as lembranças ainda e sempre doridas... (?)


Muito,mt bonito sem dúvida :)


SombrArredia