sábado, julho 31, 2010

Qual de ti?

A quem buscas
no declive,
no vórtice,
na voragem
acutilante,
na verborreia,
na luz pálida
do inebriante néon
que te rodeia?

Um dia
ver-te-ás ao espelho,
olharás o fundo
dos teus olhos
com os mesmos olhos
que se reflectem.
Precipita-te
sobre a imagem – vê – eras
afinal tu
quem procuravas encontrar e
afinal estavas ali,
num lugar dentro de ti!
Ou estarás apenas
por trás do reflexo?
Haverá outro Tu
do lado de lá do espelho?
Serás Tu e Tu como
Tu e um seu Eu alheio?

Qual preferes?
Esse que sente
ou o do reflexo?
Qual deles é
e qual deles mente?
O que abraça?
Ou o que mora
reflectido por trás
da vidraça?

Serás tu
ou o teu eco
quem passa?


In “Circulação Transversa”

4 comentários:

Anónimo disse...

O mesmo.

Rui Matos disse...

Pois, subiste a dúvida...

Rui Matos disse...

..."subsiste", lol :P

João Garcia Barreto disse...

Sublime...